Michelle Obama disse sobre este musical: “é a melhor obra de arte, de qualquer tipo de obra de arte, que vi na minha vida”. Hamilton, que se estreou em 2015 na Broadway, conta a história de Alexander Hamilton, um dos fundadores dos Estados Unidos da América, mas, mais do que isso, é sobre as origens e as aspirações da América e depois de ter sido a peça mais falada ao longo do último ano conseguiu a proeza de ter sido nomeada para 16 prémios Tony – Um recorde, ultrapassando as 15 nomeações de The Producers (2001) e Billy Elliot (2009). Os prémios serão entregues no próximo dia 12.

Lin-Manuel Miranda é o responsável por este sucesso. Foi ele que, enquanto estava de férias de um outro musical bastante popular, In The Heights, aproveitou para ler a biografia que Ron Chernow escreveu sobre Alexander Hamilton e que, depois de terminar o livro, decidiu que tinha de contar aquela história num palco. Isto aconteceu em 2009 e, de então para cá, Miranda dedicou-se por completo ao projeto. Além de ser o autor e compositor da música ao ritmo do hip hop, Miranda, porto-riquenho de 36 anos, interpreta também o papel principal. Este ano, já ganhou o Prémio Pulitzer de Drama pela peça e ainda um Grammy para Melhor Álbum de Música para Teatro.

Em novembro de 2017, o musical prepara-se para aterrar em Londres, mais propriamente no West End, a Broadway europeia. Os bilhetes começa a ser vendidos no dia 16 de janeiro (para quem se inscreveu na lista de prioridade) e a venda ao público geral começa duas semanas depois, dia 30.